19 dez

Seu planejamento para 2018 é consistente?

A maioria das pessoas e aqui eu me incluo, escolhemos algumas datas especiais para iniciar uma tarefa ou mesmo para elaborar um planejamento para mudança de vida.

É a dieta que se inicia na próxima segunda e que quase nunca tem sucesso; é uma mudança de comportamento e atitudes que deveria ter começado em primeiro de janeiro passado; é o forte desejo de melhorar o desempenho profissional que desta vez será levado a sério, mas a partir da virada do próximo ano, tudo programado para datas especiais, como se fossem ritos de passagem.

Não se culpe, muitos de nós fazemos isso e eu só consegui chegar a bom termo nas minhas promessas quando passei a aplicar nos meus próprios projetos aquilo que já sabia teoricamente.
Siga aqui o que aconselho meus coachees quando pretendem fazer um planejamento consistente para o próximo ano:

1 – Análise do perfil comportamental
Eu costumo sugerir esta pratica, pois creio que seja um importante ponto de partida para iniciar um processo de autoconhecimento e tomar contato com suas forças e virtudes.
Atualmente as ferramentas utilizadas para esta finalidade são muito eficientes e completas, auxiliando em muito a tarefa. É verdade que têm um custo, mas o ROI é muito grande o que justifica plenamente a utilização.

2 – Identificação das metas e objetivos
Sabendo-se onde se quer chegar é um bom começo, mas a minha sugestão é que você escreva todas as metas e objetivos em um papel, utilizando canetas coloridas para identificar o que for profissional e o que é pessoal. Não coloque datas. Escreva apenas o que você pretende para este novo período.
Não se esqueça, não é para ser digitado, você deverá escrever!

3 – Mapeamento
Faça um mapa de suas competências técnicas e comportamentais, pontos fortes e de melhoria, aspectos pessoais, performance/desempenho e demais informações que julgar importante.
Relacione também os conhecimentos, as experiências, formações e certificações que serão necessárias para que você consiga êxito em seu projeto para o próximo ano.

4- Defina as estratégias
Após os itens anteriores estarem consistentes, defina as estratégias para que sejam alcançados, afinal você conhece bem o tempo e recursos disponíveis que tem. Não planeje e não coloque como meta o que seja inviável no momento. Já tive um coachee que quando fomos analisar este item percebemos que um dos objetivos era concluir um MBA, e o tempo disponível era de apenas 6 meses. Estes erros são comuns.
Nesta fase é importante que determine as datas e prazos para cada item previsto.

5 – Check-up
Faça uma simulação de todo o planejamento e verifique se é viável.
Durante o próximo ano, refaça este check-up com frequência e caso necessário faça as devidas correções

6 – Coaching
Tenha um Coach profissional ou faça autocoaching. Isto vai ajudar você a entender e resolver os problemas que a primeira vista são insolúveis, além de auxiliar a encontrar as pontas do cordão de sua vida e de desenrolar o emaranhado em que algumas vezes ela se transforma.

Desde que passei a aplicar estes 6 passos, chego ao final de cada ano com a sensação de dever cumprido e o que é mais importante: feliz por ter alcançado o que planejei.
Estas 6 regrinhas têm auxiliado muitos coachees e tenho certeza que também ajudará você.

Sucesso em 2018, afinal, você merece.

Loading Facebook Comments ...

Leave A Reply